Moda, o mercado que nunca para

with 3 Comentários

Existem muitos produtos que fazem parte do cotidiano do brasileiro. Se pensarmos em produtos essenciais, nos vem a cabeça os que são comprados em mercados, como higiene pessoal e alimentação. Porém o segmento de moda também é considerado muito importante para os consumidores.

Se seguirmos esse pensamento, podemos nos fazer muitas perguntas: Quantas vezes compramos uma peça de roupa por mês? Em quais segmentos de lojas? Compramos porque precisamos ou porque a peça é bonita? Preferimos comprar em lojas físicas ou virtuais? Podemos até não perceber, mas são muitos fatores que nos influenciam nessas decisões.

O mercado de moda cresce consideravelmente a cada ano, o que significa um fator muito favorável para o Brasil, uma vez que o negócio é detentor de muitos empregos e do crescimento da economia do país. Segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), o mercado de moda é composto por cerca de 365 mil empresas, e com mais de 679 mil postos de trabalho, movimenta cerca de R$9,3 bilhões em salários no Brasil.

Moda, o mercado que nunca para: mercado_de_moda

Mercado de Moda no E-commerce 

Como consequência, o país saltou da sétima para a quinta posição entre os maiores consumidores mundiais de moda. Um dos fatores que mais levaram a essa mudança, foi a categoria de e-commerce que cada vez mais ganha espaço em comparação às lojas físicas.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o mercado digital arrecadou R$39 milhões, números estes que só tendem a crescer nos próximos anos.

O Hábito de consumo dos brasileiros tem mudado conforme o avanço da tecnologia. A partir da facilidade que a internet está oferecendo, as pessoas estão optando pela comodidade de realizar uma compra pela internet. A prova dessa mudança pode ser vista em uma pesquisa realizada pelo Google, que aponta que, no mundo de e-commerce, a categoria de moda é a que tem mais produtos vendidos no país, com uma frente de mais de 73%.

Diferenças entre e-commerce e loja física?

Poder comprar um produto quando quiser e de onde quiser é algo que facilita muito nosso dia a dia. Além disso, a expressão que cabe muito bem nessa situação é “tempo é dinheiro”.

O mercado de e-commerce e lojas físicas se distinguem em muitos aspectos. Loja física atinge um perfil de público tradicional, que dependem de provadores, pagamento em dinheiro e principalmente, ter o seu produtos na hora. Já as lojas virtuais, possuem aspectos alinhados à inovação e tecnologia, como receber um pagamento via cartão ou boleto, ter detalhes de um produto, fugir do trânsito e poder comprar a qualquer hora.

Um grande ponto das lojas virtuais é não existir fronteiras! O cliente pode pesquisar em outros sites que oferecem os mesmos produtos e com um menor valor de mercado. Além disso, é possível realizar uma compra 24 horas por dias, sete dias por semanas, seja no ambiente mobile ou computador, sem demandar funcionários. Já em uma loja física existe a demanda de funcionários, aumentando a interação e relacionamento entre cliente x empresa.

Same Day Delivery

É aí que entra a grande missão: inovar!

Essa missão é enfrentada tanto por e-commerces como lojas físicas. Por mais que esse mercado seja distinto, com o aumento da concorrência, as empresas precisam se reinventar, se destacar e inovar para continuar captando clientes e aumentar a margem de lucros e vendas.

Já falamos por aqui, mas não custa nada lembrar. O conceito de Same Day Delivery veio para revolucionar o mercado de entregas alinhado-se às vendas online, gerando total comodidade e credibilidade ao cliente que procura obter um produto em curto prazo.

Em uma pesquisa realizada pela McKinsey, dados apontam que mais da metade do consumidor está disposto a pagar entre 7% e 8% do valor final do pedido para ter o produto em mãos em menos tempo.

O Rapiddo, que é especialista no setor de logística, oferece serviços de entregas expressas para lojas virtuais e até mesmos lojas físicas que buscam inovar.

Entre em contato conosco e conheça o que há de melhor em entregas expressas para a sua empresa.

3 Respostas

  1. Valerio
    | Responder

    Comprar algo barato hoje está complicado.

  2. Osmar Guerra
    | Responder

    Obrigado pela informação.

  3. Tulio
    | Responder

    Interessante.

Deixe uma resposta