Comanda eletrônica facilita o atendimento dos restaurantes

with Nenhum comentário

A tecnologia invadiu a vida das pessoas e provocou uma mudança radical nas mais variadas áreas. É possível perceber o impacto que o avanço tecnológico acarretou na vida de cada indivíduo – e por que não nos negócios? Atualmente, temos uma nítida  – e às vezes desesperadora – dependência dos dispositivos que interagem em nossa rotina: seja no trabalho, na vida acadêmica, ou pessoal. Aproveitando essa onda, o mercado tecnológico viu no ramo alimentício um próspero negócio e, por isso, este sofreu algumas mudanças. No atendimento – leia-se automação da comanda -, na cozinha e na logística do estoque são alguns dos setores impactados por práticas mais atuais.

Comanda motoboi
Tecnologia pode ser uma importante aliada

O fato é que a tecnologia, quando alinhada ao restaurante, pode render bons frutos. De maneira geral, ela impacta toda a cadeia produtiva de um estabelecimento, oferecendo por exemplo uma produtividade mais precisa, agilidade no atendimento e redução de custos e erros.

Falando em custos, hoje, por exemplo, já existem softwares, disponíveis no mercado, que calculam os desperdícios de alimento. Há alguns também que sugerem como esses desperdícios podem ser evitados, possibilitando não só um gerenciamento mais eficiente, mas também prático, já que o software identifica os principais problemas.

Outra ferramenta que vem ganhando espaço e adentrando nos bares, lanchonetes e restaurantes é o cardápio digital. Ainda que seja novo e não tenha caído totalmente nas graças do mercado, vale destacar dois efeitos colaterais que os restaurantes mais corajosos já perceberam:

Comanda motoboi
Cardápio digital é mais atrativo e dinâmico
  • Primeiro, o aumento na venda. Segundo o site Groomer, especialista no ramo, as vendas podem aumentar em até 40% do número total, quando comparadas aos meses anteriores. Isso ocorre porque o cardápio é um dispositivo que fomenta o desejo dos clientes. Ele é mais dinâmico, atrativo, com cores e contrastes em alta resolução, e mais transparente –  o cliente sabe exatamente como o pedido irá chegar a sua mesa.
  • Segundo, o cardápio digital pode melhorar o relacionamento com seu público. Essa ferramenta pode ser customizada para que, no final,  tenha um espaço que possa fazer avaliações, comentários e sugestões sobre o serviço prestado pelo estabelecimento. Assim, além de estreitar o relacionamento com o cliente, é possível ainda aperfeiçoar o serviço a partir de opiniões que realmente importam – daqueles que consomem.

Automação da Comanda

Um dos setores que mais sofreu o impacto das mudanças provocadas pela tecnologia foi sem dúvidas o atendimento. Nesse sentido, vale destacar a influência da automação da comanda no aumento da produtividade e na redução dos erros dos pedidos.

Comanda motoboi
Comanda eletrônica facilita o atendimento e ainda evita erros nos pedidos

Com a automação dessa ferramenta, o garçom consegue atender quase o dobro de mesas que ele atenderia com a comanda manual ao mesmo tempo. Segundo um recente levantamento do Esys Colibri, garçons e garçonetes podem atender até 12 mesas após o restaurante adotar medidas mais tecnológicas para a comanda. A partir de uma integração entre o atendimento e a cozinha, o pedido vai diretamente para os chefs de cozinha, sem precisar que o garçom se desloque até o local do preparo.

Além disso, outra consequência é que os pedidos ficaram mais precisos em relação à demanda. Isso ocorre porque, antes, com a comanda manual, era possível que o pedido viesse errado pela legibilidade da grafia. E o restaurante por outro lado acabava saindo no prejuízo, já que o prato não era aquilo que havia pedido. Além do desgaste natural com o cliente, isso acaba também prejudicando todo o andamento da cozinha e do atendimento. Com a comanda eletrônica, contudo, isso passou a ser automatizado, transmitido por uma tela de tablet ou celular.

Deixe uma resposta